quinta-feira, 26 de agosto de 2004

"Para que fosses nosso..."

É bom voltar a casa, aos hábitos que nos sustentam o ano inteiro!
Não sei bem se gosto de férias, pelo menos destes modelos de férias que são impingidos com matizes de felicidade dourada, em pacotes diverosos, adequados aos diversos ordenados dos portugueses.
Quer gastar pouco? Vá à Tunísia. Vá ao Brasil. República Dominicana?! Excelente ideia. Encontra lá toda a gente do seu bairro, da sua repartição...
Quer gastar muito? Pode gastar à vontade? Vá até ao Algarve.
Convém falar Inglês, pois mesmo na piscina do aldeamento pode ser abordado noutra língua.Se o atenderem em Português correcto, sem o marafado sotaque, pergunte ao empregado a nacionalidade. Talvez ucraniano! Talvez romeno!
Convém ler, "pelo menos mais ou menos" a língua de nuestros hermanos. Revistas e jornais chegam de todo o lado, menos do "nosso lado"...
Mas há lá mar melhor que o Mar Português?!
Para cá de todas as humilhações, para cá de todas as soberanias, o mar é nosso.

1 comentário:

titas disse...

.....oooO.............
....(....)....Oooo....
.....)../. ...(....)..
.....(_/.......)../...
.............. (_/....
... PASSEI POR .......
.......... AQUI ......
......................

lembro-me do tempo em que, para ser bem atendida, falava inglês ou alemão....