sexta-feira, 12 de agosto de 2005

Ficha

(Adolfo Correia da Rocha nasceu em São Martinho de Anta, Trás-os-Montes, a 12 de Agosto de 1907 e morreu em Coimbra, a 17 de Janeiro de 1995. Foi poeta!)

Poeta, sim, poeta...
É o meu nome.
Um nome de baptismo
Sem padrinhos...
O nome do meu próprio nascimento...
O nome que ouvi sempre nos caminhos
Por onde me levava o sofrimento...

Poeta, sem mais nada.
Sem nenhum apelido.
Um nome temerário,
Que enfrenta, solitário,
A solidão.
Uma estranha mistura
De praga e de gemido à mesma altura.
O eco de uma surda vibração.

Poeta, como santo, ou assassino, ou rei.
Condição,
Profissão,
Identidade,
Numa palavra só, velha e sagrada,
Pela mão do destino, sem piedade,
Na minha própria carne tatuada.

Miguel Torga

2 comentários:

magude disse...

Adolfo Rocha/Miguel Torga - pseudónimo escolhido por ser Miguel nome de Cervantes e Unamuno, Torga de "torgas" a urze das terras transmontanas. O poeta e romancista da alma humana e de Trás-os-Montes.
Bonita homenagem Madalena.
Beijinho,
José Carlos.

Armando S. Sousa disse...

Um dos expoentes da literatura portuguesa.
Grande Torga.
Um abraço.