terça-feira, 9 de agosto de 2005

A lição de nove de Agosto!

Foi numa pista de atletismo que Hitler foi derrotado. Atrever-me-ei a dizer que foi numa pista de atletismo que Hitler foi superiormente derrotado. Sem outras armas para além da evidência de uma inferioridade que não podia admitir, mas teve de admitir.
A nove de Agosto de 1936, no Estádio Olímpico de Berlim, o atleta de raça negra Jesse Owens, conquistava a quarta medalha de ouro, perante o homem que odiava todos os que não fossem brancos, loiros, de olhos claros, partindo do falso princípio que esses eram puros.
(Meu Deus, como é que alguém pode ter semelhante pensamento? O que é ser puro? Como é que a cor dos olhos, da pele ou do cabelo purificam a essência da humanidade que deve residir algures no pensamento?)
A glória de Jesse Owens foi bem mais do que ganhar as medalhas de ouro, foi para além de todos os quatrocentos metros. A glória de Jesse Owens foi ter saltado para além de toda a humilhação, perante o próprio "humilhador"!
Ele disse que só precisava de uma oportunidade. Teve e soube agarrá-la!
Obrigada Jesse Owens, em nome de todos os que sabem sentir o valor de uma lição!
jesse owens
Imagem do jornal "A Bola", com vinte anos de idade, onde ainda se podem ler os versos de Manuel Alegre: A Balada para Jesse Owens.

7 comentários:

t-shelf disse...

oh madalena voltaste em força! Fico à espera do nosso encontro e vou lendo as tuas doces efemérides no entretanto
Beijinhos e até breve

Anónimo disse...

Obrigada também a ti Madalena por nos prendares sempre com temas tão interessantes,com o cunho da tua sensibilidade.O triste é ainda hoje haver tanto racismo.
um grande beijinho
ana

Armando S. Sousa disse...

Jesse Owens foi provávelmente o mais extraordinário atleta de todos os tempos.
Provou ao "carniceiro alemão" que a superioridade ariana era uma fantasia.
Como dizes, obrigado Mr Owens!

C.S.A. disse...

Fantástico, Madalena. Owens ilustra, e o teu texto clarifica, e tão bem, aquilo que parece ir-se espalhando de novo por este mundo ocidental: A MANCHA!
Beijinho pela lição!

Maria Heli disse...

Posso entrar? Eu ando espantada por existir e por muito mais ;)

gostei da lição e de chegar aqui, tb!

JRD disse...

Foi a vitória da "cor" sobre a sua ausência.
O triunfo de um homem sobre um homúnculo megalòmano e fascista.
Parabéns pelo post

t-shelf disse...

Convocatória
tomo a liberdade de convidá-la para almoçar com exma sra pitucha e moi même amanhã em parte incerta e a horas desconhecidas. Caso esteja disponível e interessada é favor responder-me por email
até amanhã