quarta-feira, 12 de outubro de 2005

Até vós, estrelas!...

Eu considero-me fanática da sorte. Acho que a sorte é mesmo o que decide tudo o que escapa ao cuidado das pessoas, cuidado esse que se baseia na previsibilidade das coisas, dos acontecimentos.
E todos nós já experimentámos, com certeza, a surpresa.
Eu não gosto de surpresas, porque temo precisamente não conseguir gerir, acautelar, prevenir, dominar tanto os acontecimentos em si, como as pessoas envolvidas.
Mas há sempre uma surpresa desconhecida que espera por si. Para me desangustiar, eu penso então que a haver uma surpresa, será boa porque creio, com base em alguma situações que funcionam como prova, que tenho uma estrelinha da sorte.
Hoje, ao abrir o Público, a Pública, para ser mais precisa, resolvi espreitar o horóscopo. Claro que todos sabemos que a elaboração de um destino diário, semanal ou de outro período do tempo é muito difícil para um astrólogo de nomeada: ele há solteiros e casados, ele há empregados e desempregados, ele há doentes e outros que ainda não são...
Todos esperam uma coisa da vida: que ela melhore em todos os sectores.
Ora, os astros não podem impedir a evolução natural das situações. Nenhuma estrela me pode trazer de volta os cabelos pretos, mas também não me pode retirar "o saber de experiências feito" dos cabelos brancos!
Mesmo assim, de vez em quando, apetece-me consultar os astros.
E eis que me deparo com o seguinte cenário para a semana que, por sinal, já vai a meio.
CAPRICÓRNIO 22 de Dezembro a 20 de Janeiro XVII A ESTRELA
Carta a marcar uma conjuntura muito benéfica e privilegiada. A Estrela é a carta da esperança que leva a novas criações e a uma ajuda, tanto espiritual como material. É uma aurora. Inspiração e harmonia. No plano afectivo possibilidades de renovação sentimental, através de um amor súbito e promissor. Para os casados; período feliz. A vida sentimental desenvolve-se de forma favorável. No plano material momento favorável a aquisições patrimoniais. Possibilidade de modificações positivas na vida profissional. Terá independência e capacidade de decisão. Não poderá contudo, contar com todos os apoios que previa. Saúde estável.

Não percebo nada de cartas, mas A Estrela deve ser uma boa carta!!! Aliás, o texto explicita esse bom augúrio.
Mas o que me faz confusão é a possibilidade de modificações positivas na vida profissional, agravada pela independência e capacidade de decisão.
Ó Estrela, até tu te enganaste! Ó Estrela, até tu foste enganada pela Ministra da Educação. Esta semana entra em vigor o meu horário multiusos!
Agora a sério: não sei bem o que vai sobrar de mim no final deste ano lectivo!
Já perdi esta batalha contra o exercício do poder a todo o custo!

Já não há estrelas no céu...

9 comentários:

lilla mig disse...

Força e coragem, Madalena, tu consegues! :) Beijinhos

t-shelf disse...

Como te percebo maddy. Ontem tive a bela notícia de que iria leccionar Francês este ano. Pois,eu sou da variante Francês/Inglês mas até me esqueço pois desde o estágio que me desliguei da francofonia. Parece que lá me livrei da moite e do 1º cilo mas não há bela sem senão!
beijinhos e até breve ;)

Pitucha disse...

Força professoras! O futuro depende de vós.
Beijos

Laura Lara disse...

O futuro depende de vós, professores, como diz a Pituxa, mas também de todos nós, não professores (se é que cada um de nós não é sempre um professor!?) para não deixarmos que as estrelas se apaguem.
Beijinhos, Madalena, e força!

Teresa disse...

Fiquei preocupada com a tua angústia já sentida no email. Tens que ter uma atitude positiva contra as más correntes. Não prospectives uma desgraça, vais ver que a realidade vencerá e tu continuarás a ser "aquela" professora que sempre foi uma referência para os seus alunos. Os(as) ministras vêm e vãooooooooo e nós ficamos. Isso é que importa, sermos honestos connosco e com o trabalho que fazemos, o resto são "peanuts".

Madalena disse...

Lilla, que bom ver-te por aqui!
Tiiiiiiiiiiiiiiiii, quantas componentes é que tu tens?
Pitucha or should I write Pituxa?
Todos somos professores, Pituchxa, como diz a Laura!
Teresa, infelizmente até escolhi mal a CNL. Ando de um lado para o outro os dias todos e, além disso, ainda me podem pôr mais um apa no dia sem componentes que eu reservei para o apoio a este estabelecimento... Beijinhos e obrigada pelo apoio! Vê lá se apareces lá no My Computer!!!!
Beijinhos a todas!

Ni disse...

Olá Madalena!
Adorei essa do horário multiusos...
O meu na CNL tinha escrito SPA-(Substituição de professor ausente)mas até essa "regalia" nos tiraram...passou a ASE (Actividades em Sala de Estudo)
Se calhar tinham medo de pagar as extraordinárias e ainda por cima SPA.
Beijinhos e força,estamos no mesmo barco.

C.S.A. disse...

Se te desejar só uma estrelinha, uma especial, pode ser no coração, talvez ajude.
Beijo, Madalena.

Flávio disse...

eh eh eh eh eh Nem os astros escapam a este Governo...

Eu acredito piamente na astrologia, embora ache que os astrólogos, sem serem desonestos, muitas vezes ocultam ou adocicam os aspectos menos bons das leituras das cartas astrais. O meu astrólogo, por exemplo, é demasiado optimista. Ou se calhar é o meu pessimismo virginiano a vir ao de cima. Somos uns chatos, os Virgens, sobretudo connosco próprios!

Flávio

www.a-bomba.blogspot.com