sábado, 26 de novembro de 2005

Peanuts

4 de Outubro de 1950
Foi este o primeiro dia em que o cão, que todos conhecemos com o nome de Snoopy, apareceu nas páginas de um jornal. O seu autor, Charles Monroe Schulz, tinha então vinte e sete anos, tinha passado por uma guerra mundial, tinha combatido, tinha perdido a mãe e, sobretudo por causa da experiência de guerra, tinha aprendido tudo sobre a solidão, conforme ecreveu, mais tarde, já em tempo de paz.

Dez anos mais tarde o Snoopy e os outros Peanuts (nome genérico dos vários "bonecos" que constituem este grupo) já davam traço e cor a cartões de amizade e simpatia.
Não há dúvida que os bonecos de Schulz são inspiradores de bons sentimentos!
Sempre que alguém baptiza um cão com o nome Snoopy, está a prestar uma homenagem aos homens que usaram a fantasia e o talento na defesa de modelos de vida eivados de bem.
Há muitos Snoopy(s, logo há muitos que aspiram ao bem.
Todos os homens bons imaginam um mundo bom.
Charles Monroe Schultz nasceu a 26 de Novembro de 1922.

4 comentários:

IO disse...

Gostei do post abaixo & de rever os 'peanuts' também, um beijo!, IO.

Laura Lara disse...

Tanto que se aprende aqui.
Obrigada Madalena e um grande beijo.

Emilia disse...

E aqui continuamos nós sempre a aprender... e também a ver e a sentir este teu "mundo bom".
Obrigada Madalena, um abraço,
Emília.

Pitucha disse...

Como eu adoro o Snoopy!
Beijos