terça-feira, 3 de janeiro de 2006

Ouro na manhã junto ao rio

manhã2
When you arise in the morning, think of what a precious privilege it is
to be alive - to breathe, to think, to enjoy, to love.
Marcus Aurelius
(Diz-se que Marco Aurélio não foi um grande pensador. Mas, pelo menos, pensou coisas certas!)
Volto a este espaço para me referir à partida de Cáceres Monteiro. Soube pela IO e nem queria acreditar. Não estou mesmo preparada para ver ir embora as referências da minha geração. Teve uma vida cheia. viajou, escreveu, tornou a viajar e a escrever.
Lembro-me d'o Jornal e do Sete, já desaparecidos, dois jornais de que foi director e que eram de leitura obrigatória, cada um pela sua razão!
Parece que o mundo está a ficar mais pobre. Para nós, pelo menos, fica. Para nós, a geração cinquenta/sessenta que poderá não estar cá para ver os Cáceres Monteiros do futuro! Mas creio que haverá!
Faz ainda mais sentido insistir no "precioso privilégio de estar vivo"...

9 comentários:

lique disse...

Soube louvar a alegria de viver. Isso é precioso!
Beijinhos, Madalena

Ni disse...

Presto aqui também homenagem a um homem que muito admiro!Sim,ele continua entre nós.
Beijinhos Madalena.Ai que saudades do "sete".

Kamikaze disse...

Ó Madalena,

Deixa-me complementar:

"When you arise in the morning, think of what a precious privilege it is to be alive - to breathe, to think, to enjoy, to love...
... to be aware of the beauty of life itself!"


Nunca o conheci pessoalmente, mas conhecia-o, como a muitos outros, pelo seu trabalho.

Um beijito!

Carlota disse...

Já há séculos que não me lembrava desses dois jornais!... E do gosto que tinha em ler o Se7e, em especial.
A memória é muito traiçoeira.
Beijolas!

Kamikaze disse...

Ó Madalena,

Sabes se esta Carlota é a mesma que tem um blogue em que é reservado o direito de admissão? Fui para colocar um comentário no post "Publicidade enganosa" e... toma! Com a porta na cara!!! E, ainda por cima, há por lá um homónimo meu.
E esta, hem?!
Isto não se faz ao Incompetente, perdão, ao Kamikaze!

Beijinhos ensonados!

Anónimo disse...

As coisas que tu sabes! Essa foto é lindaaa! Podes dar-me uma?
Adorei o teu comentário às bocas da D. Filomena. E não há quem a cale? Já me apeteceu escrever várias vezes para os jornais onde ela escreve, para a substituirem... Abraço, Mana

Anónimo disse...

Quem raio é este irónico kamikaze? :)))

Mitsou disse...

Também fiquei tristemente surpreendida com a notícia. E custa, sim, custa muito vê-los partir. Que essas partidas nos ajudem a valorizar os afectos e as amizades que ainda nos acompanham.

Beijinho muito doce, querida Madalena.

António disse...

Pois é!
Aproveitemos enquanto não é a nossa vez!

Beijinhos