sábado, 29 de julho de 2006

Aviso!

"...não penso que se deva parar de sonhar, nem ao nível do parafuso tecnológico, mas que gostava de estar viva no quarto crescente em que o Homem se puder vangloriar de ter 'mandado' a fome para a lua, gostava!" IO dixit
É obrigatório sonhar!
Este "naco" de memória trouxe-me as minhas recordações de uma viagem a Nampula, também em 1969. (Fui a Nampula depois do homem ter ido à Lua!) O que me resta daquele aeroporto, na película da lembrança, é uma construção mínima, tipo "barracão", para acolhimento dos passageiros.

4 comentários:

IO disse...

Vai lá ver o meu comentário ao que escreveste sobre o Norte de Moçambique, em 1969 - beijo, IO.

Anónimo disse...

Sonhar...sonhar,só mesmo a dormir, agora, porque ao menos a desilusão dura uns escassos segundos enquanto ainda te lembras do que sonhaste.
Haja quem sonhe acordada!
Um grande beijinho
ana

Madalena disse...

Ana, a Chuinga é que mandou o recado!!!!!! Beijinho às duas!

Anónimo disse...

That's a great story. Waiting for more. »