domingo, 2 de julho de 2006

Memória de Sophia

Sophia partiu há dois anos.
Ela prometeu voltar por causa do mar.
Quando eu morrer voltarei para buscar
Os instantes que não vivi junto do mar.

Há dois grandes temas na obra de Sophia, segundo a minha humilde opinião: a fé e o mar. Não estou a ser humilde por acaso. Estou a tentar dimensionar a minha pequenez perante a imensidão do mar de Sophia e perante a grandiosidade da sua fé.
Casa branca em frente ao mar enorme,
Com o teu jardim de areia e flores marinhas
E o teu silêncio intacto em quem dorme
O milagre das coisas que eram minhas.

Quando leio o que Sophia escreveu sobre o mar sinto que entendo e sinto um respeito muito profundo pela poesia e pelo mar.
Quanto à fé, ficou bem evidente que este era assunto que visava não só a relação com Deus, mas também a relação com os outros homens, sempre orientada pela liberdade e pela verdade.
Deixo um pedaço de mar, em memória de Sophia!

6 comentários:

IO disse...

Sophia, a Senhora do Mediterrâneo - um beijo, IO.

Pitucha disse...

Já dois anos?
Como tudo passa tão depressa...
Beijos

croqui disse...

...e deixas bem, porque nunca é demais enaltecer a obra e a pessoa que foi Sophia.

dakidali disse...

Bem lembrado.
Cheia de reuniões e afogada em papelada muito dela inútil aqui fica a minha humilde presença neste grande blogue.
Beijinhos

Ni disse...

Sophia sempre!
Junto a minha voz à tua homenagem.
Deixei-te mais abaixo umas dicas sobre o Carlos de Oliveira.
Um beijinho carinhoso.

125_azul disse...

Ela voltou, sim! E, de vez em quando sussurra ao teu ouvido coisas lindas para partilhres connosco! Beijinho, semana feliz