terça-feira, 19 de setembro de 2006

Responsabilidade

escola fechada
A vida passa lá fora
Ou na pressa de uma roda,
Ou na altura de uma asa,
Ou na paz de uma cantiga;
E vem guardar-se num verso
Que eu talvez amanhã diga.

Este pequeno poema chama-se Eternidade e é de Miguel Torga.
Esta janela fechada é a da escola do Sr. Botelho, em S. Martinho de Anta. É a escola onde o poeta Torga aprendeu as letras que havia de juntar mais tarde e transformar em poesia.
Nunca sabemos, nos primeiros dias de escola, que futuro está ali, perante nós, sentado numa mesa, na mais vulgar das salas de aula.
Os poetas tiveram um professor, que lhes ensinou as letras.
Até Einstein teve um professor que lhe ensinou as contas!
Que grande responsabilidade!

3 comentários:

BlueShell disse...

Aulas que hoje me deixaram de rastos....de tão cansada!!!
abraço, BShell

IO disse...

Até... mas os miúdos quando génios não se esquecem, ao escrever a sua biografia, de quem foi, na génese, o culpado - aposto que o irrequieto, que hoje se sentou na última fila, ainda te virá a citar um dia, oh prof'!

Beijo, IO.

125_azul disse...

Este é o post mais lindo que li hoje! Parabéns, menina sensível. Muitos beijinhos