quinta-feira, 26 de julho de 2007

Mais um "Tem Dias"

Da série Tem Dias de tudo!
Hoje, no Brasil, comemora-se o Dia dos Avós!
Gostei tanto dos meus avós que estou ansiosa por ser uma avozinha também, mesmo que isso implique uma mantinha aos quadrados, em cima dos joelhos, um carrapito, uns óculos na ponta do nariz (Já tenho!), um ar bondoso e feliz e uma paciência do tamanho de um arranha-céus.
(Esta é uma versão de avozinha do Capuchinho Vermelho!Mas sem lobos!)
Ou será que serei (será que serei? Ena, tanto futuro!) uma avozinha de jeans, cintura descaidíssima, muitas lantejoulas e pulseiras a dar-a-dar?
Não sei. Não me vejo aí. Mas já fiz o anúncio solene que vou ser avó.
Daqui a cinco anos, talvez.
Até lá, vou sonhando e é bem bom porque o sonho é perfeito. No meu sonho, os meus netos são perfeitos. São como os bonecos que eu tinha quando era pequena: não choram, não gritam, não ficam doentes, não precisam de aprender a ler, nem a escrever.
Para além disso são lindos, lindos, lindos. Mais lindos do que os Princípes das Astúrias.
Os netos reais crescem, pensam, aprendem a escrever e a ler e até dizem coisas fantásticas como diz esta Angela, neta, de catorze anos, provavelmente americana.
My grandmother can say more in a sentence than a college professor can say in an hour and a half.
Para todas as avós que eu conheço, a minha admiração!

Junte-se este documento que regulamenta a condição de avó:
Definição de Avó - Artigo redigido por uma menina de 8 anos e publicado no Jornal do Cartaxo.
"Uma Avó é uma mulher que não tem filhos, por isso gosta dos filhos dos outros.
As Avós não têm nada para fazer, é só estarem ali.
Quando nos levam a passear, andam devagar e não pisam as flores bonitas nem as lagartas.
Nunca dizem "Despacha-te!". Normalmente são gordas, mas mesmo assim conseguem apertar-nos os sapatos.
Sabem sempre que a gente quer mais uma fatia de bolo ou uma fatia maior.
As avós usam óculos e às vezes até conseguem tirar os dentes.
Quando nos contam histórias, nunca faltam bocados e nunca se importam de contar a mesma história várias vezes.
As Avós são as únicas pessoas grandes que têm sempre tempo.
Não são tão fracas como dizem, apesar de correrem mais vezes do que nós.
Toda a gente deve fazer o possível por ter uma Avó, sobretudo se não tiver televisão".
(Recebido por e-mail!)

1 comentário:

IO disse...

A SORTE que vão ter os miúdos que um dia te venham a chamar avó, oh bloguista mais doce!
Beijo, IO.