quarta-feira, 4 de julho de 2007

É a vida!

Curioso, o "Chora", numa tentativa provavelmente pouco conseguida de chegar aos calcanhares da Revista Caras, espiolhou e encontrou uma história de vida e de morte que ilustra o dia, o já tão célebre dia, 4 de Julho!
Não interessa nada a não ser como ilustração da não menos célebre questão quase existencial: há ou não há coincidências.
(A MRP diz que não!!!! Mas eu não li o que ela diz sobre o assunto, para além do título!)
(Com ou sem coincidências, são imensas as situações da vida que fogem à nossa capacidade de determinar. E todos um dia recebemos uma transfusão de humildade que nos repõe os níveis de humanidade. Pelo menos, durante algum tempo.)
O sítio da História conta então que dois ex-presidentes do Estados Unidos, rivais e diferentes, morreram no mesmo dia, com cinco horas de diferença.
São eles Thomas Jefferson e John Adams!Conta o mesmo sítio da História que, passadas as rivalidades inerentes à vida política activa, mantiveram durante os últimos catorze anos de vida uma correspondência amigável.
Adams, diz o sítio, no seu leito de morte, na sua lucidez de resistente, terá pensado em Jefferson, dizendo que este lhe sobrevivia. Enganava-se. A morte tinha passado cinco horas antes por Monticello, para levar Jefferson.
Monticello vale a visita e, como todas as casas, pode dar-nos a conhecer melhor o seu proprietário.
E como a História é às vezes mais surpreendente do que uma novela mexicana e admite todas as coincidências, outra pesquisa mostrou-me que foi um bisneto de um português de Idanha-a-Nova, quem reconheceu o valor, a riqueza de Monticello e lançou mão à obra de um projecto de recuperação.
Se continuasse a pesquisar muito mais iria encontrar, certamente!
Resta saber se chegaria a alguma conclusão acerca de haver ou não coincidências!!!

Imagem daqui

3 comentários:

Pitucha disse...

Vou ficar a pensar nesse dilema: haverá ou não coincidências?
Beijos

Laura Lara disse...

O que aqui aprendo é espantoso!
Se houver coincidências é mera coincidência!
Beijinhos

casadaponte disse...

Neste blog há uma grande coincidência entre o ler-se e o aprender-se... e o que se aprende!
Beijinhos Madalena muito coincidentes!....Adorei ler este post e gostei muito de Monticello...