quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Máxima

O homem das castanhas pode ser eterno.
Mas a mulher das castanhas, já cá canta!

6 comentários:

125_azul disse...

Eu gosto cozidas, ainda mornas, de coração mole e cheias de erva-doce...
Obrigada pelo miminho de ontem. Foi bom!

casadaponte disse...

É uma das coisas boas que nos traz o Inverno. Até o ar fica com o cheiro delicioso das castanhas.
Beijinhos Madalena e a cancão também podia ter falado na mulher das castanhas...até que por aqui são mais elas que eles. Eu até defendo um subsídio para manter a existência destas figuras nas ruas das nossas cidades. Talvez o Departamento de Turismo esteja atento, quem sabe?!...
M.Dores

espumante disse...

Estou a tentar perceber. Enquanto percebo e não percebo vou comendo umas castanhas...
Beijinho

Emília Miranda disse...

Eu cá estou como o espumante!!!
Um abraço,
Emília

Luisa Hingá disse...

E se fosse para perceber a da mulher das castanhas a Madalena não tinha explicado?
Percebi o comentário da Azulinha. Ontem precisava de miminhos especiais.
Beijinhos

Madalena disse...

Foi só para dizer coisas... Há outra mulher das castanhas que hei-de pôr aqui. Talvez, segunda! Tenho de ir tirar-lhe a foto e é longe... Beijinhos para todos, Azuis, com asas, longe e com pontes, com bolhinhas, com pequenotes!!!!