sexta-feira, 2 de novembro de 2007

"Uma vista de olhos"

Vamos ajudar o ministro a dar a vista de olhos prometida ao estudo da CIP.
A gente ajuda, porque a gente gosta de ajudar ministros, que merecem ser ajudados. Tanto que se preocupam com o nosso bem-estar!
Por exemplo, o que está aqui a ver, numa primeira vista de olhos pode não parecer, mas é a morada das musas, as tais que inspiraram o nosso Luís Vaz..."Porque de vossas águas, Febo ordene
Que não tenham inveja às de Hipocrene."
O Febo e o Hipocrene é gente muito antiga. Veja só a importância destas águas. Merecem mais do que uma vista de olhos. E só não lhe digo que mergulhe, pois as vistas e os olhos não melhorariam muito por isso. A beleza destas águas imensas merecem mesmo é um olhar fotografado de cima, do alto dos aviões que irão poisar perto.E as salinas do Samouco, Senhor Ministro? Aquilo é água descansada, serena, a produzir o bom sabor das nossas comidas. Em tempos salgava-se lá o bacalhau, sabia?E se acaso a sua vista tropeçar nas palmeiras, não pense que chegou ao deserto. Não se inscreva em nenhum Rally que não é aqui.
Se quiser banhar os olhos, metaforicamente falando claro!, em mais beleza, eu volto.

6 comentários:

IO disse...

Não há, mesmo, paciência para estes gajos - e deram-lhes a maioria, e se calhar até vão voltar a dar...

Bom, ao menos ganhámos um 'post' com fotos da Madalena...

Beijo, IO.

Laura Lara disse...

"Por os vistos", vale cada vez mais a pena dar por aqui "uma vista de olhos" para ler textos excelentes e ver lindas fotos. Repiquem os sinos todos!
Beijinhos e uma boa semana, Madalena

125_azul disse...

Por os vistos, sobrevivi ao Ólouim e vou ter mesmo que responder a este desafio que me fazem pela 4ª vez! Estou muito grata por seres amiga dos ministros, tadinhos eles precisam e deves ser a única. Santa Madalena, tem uma semana feliz!

eduardo disse...

Provavelmente, o rumo dos acontecimentos podem virar a muitos graus.

Já uma vez o disse que não me agrada nada o barulho dos motores entre o rio que nos separa dum saltinho onde podia encontrar-te por acaso.

Esta zona (Barreiro e Seixal) está protegida. Mas a ganância do lucro impede que haja lucidez. E quem se lixa é o mexilhão.

Que nem sequer é "pescado" nestas águas.

Um beijinho de muito carinho, Madalena.

mjf disse...

Olá Madalena!
Isto é o País que quisemos...
Agora é aguardar, por melhores tempos, pois eles virão.
Beijos
Boa semana

TL disse...

A beleza é sempre daqui para fora, para o rio, para o ar, para as novas urbanizações (????), para o sapal, para a ponte, para Lisboa, resumindo só é belo o que é visto daqui. O sr. ministro quer lá saber da nossa vida!