sábado, 26 de abril de 2008

(...)

Nós, por cá, continuamos a cravos e a céus de Abril!

3 comentários:

luis manuel disse...

... elementos verdadeiros, vividos de emoção, de esperança, e sobretudo de convicção naquilo que foi feito. Afinal, a importância do acto. Teve coragem, teve heróis (já nos ofereceste a imagem de um, recentemente - Salgueiro Maia) e teve aquilo que todos sentem falta, enquanto não têm, que é " a porta aberta "...!

Com isso, podem ser livres de pensar, de agir, de ser solidário, de promover a igualdade, de construir...

Haverá aqueles para quem nada disto importa, e até fazem para "destruir".... mas, a esses é proibida a entrada ! São os que não se espantam por existir...

Um grande abraço (de ontem, de hoje... e para o futuro)

IC disse...

Um beijinho de partilha, Madalena.

th disse...

Fui desafiada e passo o desafio.
Para ver AQUI.
Troco um beijo pelo perdão...lol