domingo, 3 de agosto de 2008

Criação

Às vezes parece-me que o Alentejo é um mar loiro! São ondas de trigo e a espuma é de espigas a prometer o pão, tanto quanto o mar promete o peixe. A mesma promessa. A mesma fartura. A mesma imensidão...

3 comentários:

CMP disse...

É por isso que se diz no Alentejo:"Há com fartura". Até o silencio das tardes...é tanta a fartura que "cega" os ouvidos e desassossega o coração.

Gatapininha disse...

Olá Madalena tudo bem?
Vim ver um dos teus cantinhos, gostei muito deste!
Eu também dou aulas no Montijo, na secundária do Afonsoeiro. Espero que estejas a recuperar bem :)
jokas
Sandra

ic disse...

Caí aqui por acaso...Acho que foi minha professora... quase de certeza...Inglês do 6º ou 7ºano, já há cerca de 10 atras... cabelo curtinho, jipe land rover amarelo? hum... se foi, fiquei agradavelmente surpreendida! Os professores passam por nós durante um ano, outros mais tempo, e deixam sempre alguma coisa, sempre alguma memória que pode estar escondida dentro das nossas gavetinhas cerebrais, mas que nos assaltam sem esperarmos e vêm sempre acompanhados de alguma nostalgia.
Mesmo que não tenha sido a minha professora que me veio "visitar" esta tarde, deixo aqui esta mensagem para continuar neste perfil e, espero, dá-lo a conhecer aos seus alunos, porque acredite...apesar de às vezes parecer que não...fica sempre alguma coisa cá dentro!
É verdade...vim hoje do Alentejo e ainda trago na pele o sal desse mar!