sábado, 16 de janeiro de 2010

Roto mais do que desfeito

"Los abrazos rotos" é o título do novo filme de Almodovar. Mais um título que choca, por acertar em cheio, na crueldade das relações humanas que todos, na vida, um dia ou outro, experimentamos.
Há abraços que se rompem como rompe o tecido velho e gasto de ter sido muito usado ou mesmo de estar guardado. E dói ver o pano que já foi um belo cortinado, ou um vestido de festa, perder o brilho e a utilidade, em fios cansados que já não se aguentam tecidos no mesmo trapo.
O trapo ganha uma nova vida. Mesmo roto, serve para limpar as janelas embaciadas da chuva. E, quando passa macio sobre o vidro gelado, entra a claridade! Bem-vinda seja a luz!
Ainda a propósito de abraços que se desfazem, que se rompem, ontem, numa entrevista ao "Boinas" o Carlos Pinto Coelho contou que houve telefones que emudeceram quando a televisão se desligou para ele.
É estranho, mas a vida está cheia de abraços desfeitos que guardamos, primeiro numa memória recente que dói. Depois, numa prateleira no fim do mundo. Raramente os deitamos fora que é o que devíamos fazer...

5 comentários:

Lina Querubim disse...

Velhos?!
Nem os trapos!!!!
Beijinhos bom fim de semana

Teresa disse...

Olá, Madalena. É engraçado mencionares o filme, vi-o ontem, imagina a coincidência. Por acaso não gostei tanto deste como dos outros filmes dele, apesar de deixar bem claro o quão cruéis podem ser as relações humanas, mesmo quando se crê que se está a fazer uso do "amor".
Mas a tua mensagem vai bem mais além e toca a todos, todos os dias, a todas as horas. E quantas vezes não somos também nós culpados de alguns desafectos pelo que já não nos serve?
Um grande beijinho, espero que estejas bem.
TeresaP

CMP disse...

É verdade, arrumamo-los. Pura e simplesmente. Só isso...mais nada. Digo eu. Ui.

calamity jane disse...

Tanto lixo por deitar fora. Tanto...

Xekim disse...

Olá Madalena.

Feliz estadia em terras de SUA MAGESTADE.
Aproveite e tire umas fotos pra mostrar á gente.

Beijinhos e bom regresso.