quinta-feira, 11 de março de 2010

O dia em que fomos Prémio Nobel

Foi ontem, na Escola da Restauração em Alcochete.
A conversa e o convívio com as professoras e os alunos foi para além do tempo que estava previsto. Não demos, eu falo por mim e pela Ana, pelo tempo, pois o prazer e a emoção tomaram absolutamente conta de nós.
A Biblioteca Escolar estava preparada para receber as autoras, ou seja, nós. Logo, à entrada, um painel lindíssimo elaborado pelos alunos.
Os meninos entraram e sentaram-se à nossa frente, no chão, num "anfiteatro" improvisado e, graças à técnica do "sentar à chinês", couberam as duas turmas. E ainda sobrou espaço.
E depois foi tudo conversa. Linda conversa, muito na base do diálogo, das perguntas e das respostas: quanto tempo a Ana tinha demorado a desenhar? Quanto tempo eu tinha demorado a escrever a história? Como é que tinha surgido a ideia do livro? Se a árvore existia mesmo? Se além de "autoras" tínhamos outra profissão....
Linda a valer foi a sessão dos autógrafos. Foi um dos momentos mais solenes, porque as crianças dão muito valor ao autógrafo: puseram-se em fila, com a postura mais cerimoniosa que a intuição lhes ditava, segurando papelinhos, alguns muito minúsculos mesmo, onde iriam guardar o nosso nome.
Esta simplicidade a transbordar de uma solenidade quase mágica era a prova (dos nove, que não falha...) que aquele momento estava a ser um momento especial, muito especial mesmo.
Foi o nosso Prémio Nobel. Mas, em grande! Obrigada Professoras, meninos e meninas.

5 comentários:

miguel disse...

que belo texto Madalena. tanto orgulho e ternura. parabéns

Graça Pereira disse...

As crianças são maravilhosas mas...quem escreve para elas, merece defacto o Prémio Nobel e bem entregue.
Parabens. Beijocas
Graça

CMP disse...

Tu mereces td minha formiguinha!

Natália disse...

Tu mereces Madalena.
Faço ideia a emoção que sentiste,pelo que aqui descreves devias mesmo te ter sentido a receber o prémio Nobel,mas tem calma continua assim que lá chegarás.

Que bom te ler és uma doçura,tenho que arranjar outro bocadinho para te ir bater à porta.
Beijinhos e bom fim de semana.

Gatapininha disse...

Parabéns Madalena!
As flores do nosso jardim precisam de ser assim regadas:)
Continua!
jokas