sábado, 19 de junho de 2010

Mensagem de Nova Iorque

Nice kids,
A vida às vezes tem destas coisas. Imaginem que voei de Lisboa directamente para Nova Iorque, a bordo de um enorme flamingo cinzento, mas muito veloz. A viagem demorou sete horas sobre o Atlântico, perfurando algumas nuvens fofinhas como algodão doce.
Mal pousámos fomos ver uns flamingos rosa que vivem no Central Park e já se habituaram a não sair daqui.
Como vim para melhorar a minha forma de desenhar, aproveitei logo para ir ao maior museu que fica mesmo ao lado e se chama Metropolitain.
Qual não foi o meu espanto quando descobri que havia lá alguns retratos de outros flamingos ilustres. Que tal estão a achar o Flamingo Zé?
Gostava muito que pudessem desenhar um flamingo que já tivessem visto ai perto das vossas casas.
Fico a espera dos vossos desenhos. Boas leituras, boas férias e muita pintura. Até um destes dias.
De Nova Iorque, com pena de não poder estar ai, Ana Peres de Sousa

4 comentários:

Gatapininha disse...

Hoje estive em Alcochete e lembrei-me de ti e do teu flamingo Zé.
jokas

Lina Querubim disse...

Boa tarde Máda ;o) é...em Alcochete tem muitos agora está na hora de eles regressarem. Também os vi :o) são lindos quando ficam rosa o mê Kim ainda não conseguío fotografar, mas o meu Mano Belho que adoro fotos e entra em concursos tem fotos lindas ;o) beijokas

Ana Patricia Lima disse...

Minha querida, fico muito feliz por ti. Tenho de ler a história para apresentá-la aos meus próximos alunos. Este ano adoraram a tua Tia Árvore, e quando lhes mostrei os comentários que deixaste no blogue sobre os desenhos, ficaram muito orgulhosos dos trabalhinhos deles.
obrigada por escreveres textos maravilhosos.

Janine disse...

Que lindo... Devíamos voar muitas mais vezes... Mesmo quando há uns olhinhos à espera que caiamos, há sempre muitos mais à espera que os voos sejam cada vez mais belos e deslumbrantes...
Tudo de bom, Querida Madalena.