sexta-feira, 15 de outubro de 2010

"Ardente Paciência"

É a tradução da capacidade de esperar por alguma coisa ou alguém, com um desejo tão forte, tamanho, que pedir-se a vida inteira não é demasiado.
Ontem soubemos que a ardente paciência pode atingir profundidades quase inimagináveis, pode semear a esperança e fazê-la crescer auto-regada, magicamente, combate a tristeza e o medo, alimenta a alma e, quem sabe?, o corpo, no intervalo do atum e do leite, encurta os dias, antecipa as datas, acelera os minutos e ainda lhe sobra energia para festejar, festejar, festejar.
"Poça, como eu gostava de ser poeta!" A frase é de Mário Jimenez, o carteiro de Neruda!
"Ardente paciência" é o outro título do Carteiro de Pablo Neruda, de Skarmeta.
Ele lá sabia que a ardente paciência havia de irromper de um chão bem fundo e encher o mundo de alegre gratidão.
Viva a ardente paciência!
imagem daqui

6 comentários:

Graça Pereira disse...

Tiremos nós, portuguesinhos, lição desta história maravilhosa.
Acho que todos precisávamos de uma boa dose de paciência...talvez as coisas resultassem!!
Beijocas e bom fds
Graça

NuvemM disse...

Olá querida Madalena!

Desculpa, mas hoje vim aqui "espiolhar" um pouco da tua vida.
Já tinha ouvido falar do teu dom, mas agora, tive a prova de como realmente as tuas palavras conseguem transmitir a sensibilidade e a grandeza de mulher que és.
Até agora nunca tivemos uma relação muito próxima e apesar disso, acredita que já és um grande exemplo para mim.
E claro, também as grandes mulheres têm direito às suas fraquezas. O importante é aprendermos a lidar com elas e transformá-las em algo positivo...e eu sei como é difícil!

As tuas melhoras e aproveita o fim de semana para descansar bastante.

Beijos Grandes
Vanda

Janine disse...

Que palavras tão bonitas, tão bem colocadas, querida Madalena!
;)
Aguardo ansiosamente por amanhã! ;)

Madalena disse...

É bem verdade, Graça! Nunca quis ver o filme com medo de perder esta ideia linda da ardente paciência... bjinhos
Nuvem, querida Vanda, nem imaginas como as tuas palavras tocam bem fundo. A admiração é recíproca, como já deves ter percebido e acho que tenho muiiiiiiito a aprender contigo. Já pertences ao grupo das minhas amigas "novas". E fico ainda mais orgulhosa pois além de nova és um milagre! beijinhosssssss grandes
Janine, nem posso esperar por amanhã. Vou finalmente abraçar a nossa menina que tanto mimo tem dado ao Gang!!!!!! A mim, então, nem se fala!!!! Beijinhossssss.

Nela disse...

Madalena,

Adorei conhecer-te! Obrigada pela Tia...
Beijinhos

jacksom silva honorato disse...

Apoiiiiiiio aos novos blogueros parabems pelo blog to seguindo visita o meu blog tambem abraçossss e bessitos

http://arealidadeemfoco.blogspot.com/