quinta-feira, 31 de março de 2005

Perdidos e achados

Pede-se a quem encontrar o post "E vão três", que o leia...
Não vale a pena entregá-lo, porque já passou o prazo de validade.
Descrição: referência a três aniversariantes do dia 30 de Março.
Van Gogh, que nasceu em 1853 e já não faz anos; Eric Clapton, que fez sessenta anos nesse dia e Warren Beatty que fez sessenta e oito.
Havia ainda um quadro do pintor:

(com céus perturbadores)
e um poema de Wordsworth, "Splendour in the grass":
What though the radiance
which was once so bright
Be now for ever taken from my sight,
Though nothing can bring back the hour
Of splendour in the grass,
of glory in the flower;
We will grieve not, rather find
Strength in what remains behind;
In the primal sympathy
Which having been must ever be;
In the soothing thoughts that spring
Out of human suffering;
In the faith that looks through death,
In years that bring the philosophic mind.

versos que inspiraram Elia Kazan e trouxeram Natalie Wood para os ecrãs, com todo o esplendor da sua juventude e beleza, a contracenar com Warren, também ainda muito jovem.
Havia mais qualquer coisita, mas perdeu-se!
Pronto, fica aqui o apelo!

2 comentários:

Cinda disse...

Olha, sem saber, a minha música de fundo, ontem, era mesmo o River of Tears do sexagenário (e sexy, ehehe) Eric Clapton. Beijinhos, linda :)

ana disse...

coincidências: eu também me referi a van gogh e a Eric Clapton. Diferenças: o quadro que escolhi de Van Gogh e o poema de Paul Verlaine

teremos idade aproximada, e ambas gostamos do José Gomes Ferreira (não é da minha família mas tenho um livro dedicado onde me trata por prima adoptiva...). As aventuras de João sem edo é um dos meus livros.