sexta-feira, 22 de abril de 2005

Espólio

Um desenho quinze dias mais velho do que eu.
É um orgulho muito grande, para todos nós, os mais chegados.
E são muitos os mais chegados! O dom da amizade também faz parte desse espólio.
desenho papá
A legenda diz: "O memorável dia em que o meu amigo Avelar deixou definitivamente de ligar às garotas, para se dedicar aos livros!!!!!!!"
Tem uma dedicatória e uma data: Com um abraço do teu amigo. Gouveia (17-12-1951)
Não sei quem é este amigo do meu pai, mas se alguém conhecer...

4 comentários:

Emilia disse...

Infelizmente não conheço nem sei quem é esse amigo do teu pai Madalena mas é engraçado, este desenho tem, exactamente, mais um ano que eu. Ele há coisas...
Um grande abraço e um enorme agradecimento pela continuação da história do Francisco. Vamos lá a ver se mais amigos dos pequenotes se decidem a dar ao dedo e à imaginação.
Emília.

Madalena disse...

Devia ter dado mais pistas: Moçambique, LM ou Molocué.
Então eu abri o 52 e tu fechas o 52!
Beijinhos.
Não me agradeças, Emília, a contribuição... É um prazer. Esperemos que mais alguém lá vá!
Já mandei, por email, um apelo.

espumante disse...

Registo a transparência deste blogue, no que concerne à idade da Madalena e da Emília. Com dias certos e tudo :)))
Agora num registo mais sério:
Já percebi que o teu Pai dsenhava e que tinha um apurado sentido de humor e amizade. Pergunto-me se o facto de ele chamar "Avelar" à personagem do desenho teria alguma coisa a ver com uma personagem conhecida pela gente da nossa faixa etária e que protagonizava uma entrada preliminar no erotismo (A Marca dos Avelares")em forma de literatura de cordel mas que era devorada pelos jovens que despertavam para a sexualidade. Será coincidência o teu Pai ter chamado Avelar ao "boneco", matreiro e mulherengo, do desenho?
Talvez nem tu saibas... foi só uma opinião minha.
Bom fim de semana.

Madalena disse...

Fizeste-me sorrir, Espumante! As coisas que eu não sei e que vou aprendendo nestas andanças do blogue. Acho que o Avelar era mesmo um amigo do meu pai e tanto quanto sei (apurei hoje de manhã!) até foi ao casamento, ao primeiro casamento do meu pai, com a minha mãe. Já que estamos em transparência e não há nada a esconder, o segundo casamento do meu pai durou até ao último dia da vida dele. Mas que ele era um conquistador, era...
Beijinhos, Espumante e obrigada pela visita e pelos conhecimentos trazidos!!!