segunda-feira, 4 de abril de 2005

Hey! Teachers! Leave them kids alone!

Nem só de comentários vive um blog, mas também!
(Não sei como é que o Pacheco Pereira não lhes sente a falta!)
A propósito do regresso às aulas, o Espumante evocou o tema dos Pink Floyd que abalou o mundo há vinte e cinco anos.

Claro que esse verso Hey! Teachers! Leave them kids alone! é um passaporte para os meus "verdes" anos de ensino.
Verdes e golden!
Verdes, pela pouca experiência e golden porque tenho muito boas recordações desse tempo, em termos de escola e de relação com os alunos do Unificado (7º,8º e 9º).
A relação hoje é diferente, porque eu sou mais velha e eles são mais pequeninos. Têm dez, onze ou doze anos, o que não tem nada a ver com ter catorze ou quinze e estar em plena adolescência.
Mas nesses anos não foi só a educação que foi posta em causa. Foi tudo!
Foram os anos da Gramática Generativa, dos sintagmas e da árvores.
SN, SV, SP.
Um bom exercício mental, para quem sabe a gramática tradicional, devo dizer!
A Gramática Generativa é uma boa gramática para a língua inglesa e era dada na Faculdade, em Germânicas.
(Talvez fosse opcional, mas tive!)
Voltando aos versos dos Pink Floyd: acho que a rebeldia, a boa rebeldia, está adormecida.
E quem ganha com isso é o poder político estabelecido.
As nossas crianças só sonham com notas: cincos e vintes!
Se fossem capazes de cantar, de vez em quando, qualquer coisa do género, talvez os responsáveis da educação não fizessem tudo como lhes apetece.
Hey! Teachers! Leave them kids alone!

5 comentários:

Águas de Março disse...

Olha, eu sou como sabes da tradicional, não faco a mais pequena ideia do que seja isso da generativa... é o que faz os meus miúdos não terem estudado aí...
Beijinho

Cinda disse...

Pois é...Há muitas coisas diferentes, Amiga. Infelizmente. Beijinho grande e uma óptima semana.

Anónimo disse...

acho que a rebeldia, a boa rebeldia, está adormecida.
_ tb acho, Madalena, o que é um paradoxo, pois há n pontos por onde os putos podiam pegar, com garra!, beijo,IO.

espumante disse...

We don’t need no education.
We don’t need no thought control.
No dark sarcasm in the classroom.
Teacher, leave those kids alone.
Hey, teacher, leave those kids alone!
All in all it’s just another brick in the wall.
All in all you’re just another brick in the wall.

We don’t need no education.
We don’t need no thought control.
No dark sarcasm in the classroom.
Teachers, leave those kids alone.
Hey, teacher, leave those kids alone!
All in all you’re just another brick in the wall.
All in all you’re just another brick in the wall
.

Fica aqui a «lyrics» completa... é que nem eu (leave us kids alone) nem tu (live them kids alone)estávamos certos. Live THOSE kids alone, é a expressão correcta. Eu e esta mania do rigor :))
Beijinho

espumante disse...

Mais rigor...
No comentário anterior, na última frase, dever-se-á ler Leave those kids alone e não Live those kids alone.
Estava difícil
:)))