domingo, 15 de maio de 2005

Come a papa, Joana, come a papa

Ao ver na Capital uma entrevista (parte dela) com o José Barata Moura, recordei, com alguma saudade, as cantigas que eu cantava com os meus filhos, todas elas da sua autoria. Eu não sei cantar. É bom que se saiba. Mas aquelas cantiguinhas, todos somos capazes de cantar, não é?
O Galo Badalo que é bom cantor... Ou o cão Dom Pantaleão...
Isto é só uma amostrinha... Os meus conhecimentos informáticos ainda não dão para mais!!! Mas tenho pena. Há tantas neste disco:

7 comentários:

Flávio disse...

Eu não só cantava, como dançava com os meus primos ao som do Professor Barata: «O Galo Badalo, a Galinha Balbina, o Pinto Jacinto e o Perú Glu Glu». Bons tempos.

Beijinhos!

Flávio

P.S.: A propósito Madalena, o teu blogue ganhou um prémio prestigioso. Podes ver do que se trata em www.a-bomba.blogspot.com

C.S.A. disse...

Do Barata Moura tenho outras recordações, mais adultas, mas não menos belas.

Cinda disse...

Encheste-me de ternura, Madalena. Beijinho graaaaaaaande, como o que me deste! :)

Ni disse...

Madalena,só hoje, olhei mais demoradamente a tua casa.Deixei-te uns bilhetinhos nos últimos degraus.Obrigada,obrigada mil vezes obrigada,hoje deste-me mais um tesouro...Laura Lara.Beijinhos.

C.S.A. disse...

Madalena, desculpe, não percebi, às vezes sou muito aéreo. Isto, alguns homens são assim. Mas tudo o que quiser. Diga segunda vez, p.f.

Ni disse...

Madalena,vai ao BonaMusica.Eles merecem.Beijinhos

Emilia disse...

Olá Madalena:
É bom, é importante, que estas memórias não se apaguem e sejam, de quando em quando, avivadas.
Um abraço,
Emília.