quarta-feira, 11 de maio de 2005

Onze de Maio de dois mil e quatro

É proibida a entrada a quem não andar espantado de existir!
Ando há muito espantada de existir e, sobretudo, de coexistir encostada ao muro que me separa da Floresta Branca.
Apetece-me saltar o muro!

E, pela lógica da obra do poeta, não poderei ficar eternamente para cá do muro.
Um dia terei de regressar!
Ninguém regressa igual, porém!
Talvez me apareça o tal génio que fabrique um clone de mim e deixe um dos dois eus regressar e obrigue o outro dos dois eus a permanecer na floresta.
Somos seres demasiado complexos para pertencer apenas a um mundo, por muito concreto e completo que ele seja, concluo eu, num arremedo de filosofia em tempos de promoção.

13 comentários:

Incompetente disse...

Olá Madalena,

Passei para dar os parabéns e para deixar uma ameaça (velada!):

LIVRA-TE DE MATAR O "CHORÃO"!!!

Get ready for a surprise!

Prenda no Zero!

Beijinhos incompetentes!

manuel cabeça disse...

talvez seja de dar o parabéns a quem escreve há dois anos - e como escreve.
Talvez seja apenas de nós, quem por aqui passa, quem lê, ficar contente de poder ler e por aqui passar. Tanta escrita, tão pouco tempo.
parabéns, em todo o caso e que venham mais dois, pois estes souberam a pouco.

Anónimo disse...

1. PARABÉNS, CHORA!!!
2. MADALENA, NEM PENSES que vais akabar com o CHORA!!!
3. BEIJO POR UM LADO FELIZ, FAZES ANOS, MAS, POR OUTRO BASTANTE AMEÇADOR, AI DE TI!!! - IO.

t-shelf disse...

Parabéns Madalena! ainda bem que podemos contar contigo aqui na blogosferocoisa. É sempre muito bom "chorar" contigo, sentir as tuas emoções e carinhos.
Beijinhos

t-shelf disse...

Parabéns Madalena! ainda bem que podemos contar contigo aqui na blogosferocoisa. É sempre muito bom "chorar" contigo, sentir as tuas emoções e carinhos.
Beijinhos

Laura Lara disse...

Madalena
Ainda bem, ainda bem mesmo, que resolveste continuar. O teu é um dos blogs que espreito sempre que posso. Para além de textos muito bem escritos, os temas são sempre interessantes. E eu que ando por aqui há muito pouco tempo, primeiro como satélite, como dizia a Pitucha, agora já com um incipiente blog, devo-te a ti e a mais três ou quatro bloguistas, o facto de ainda não ter desistido. Madalena, muito obrigada por tudo e principalmente por continuares. És um elemento imperdível da minha pequena família virtual. Não vou escrever mais nada, mas vou fazer minhas as palavras que o Espumante te dedicou; espero que ele não se importe.
Beijinhos

Eufigénio disse...

Muitos Parabéns ao Blog, por fazer um ano
Muitos parabéns á sua autora, por ser como é.

Anónimo disse...

Nem pensar acabar com o Chora!Lá se ia o meu "ópio"!
O que tenho aprendido e relembrado,a forma e a diversidade dos temas,a tonalidade da escrita...
Muitos Parabéns Madalena e faz lá um sacrificiozinho,de mais um ano.(só pedimos um de cada vez)
Um grande beijinho
ana

Menina_marota disse...

Vim aqui dar os Parabéns a este Blog, que apesar de não comentar muitas vezes (O Sapo às vezes não deixa...)é uma leitura obrigatória para mim...

Que continues sempre assim...para o ano cá estarei a felicitar-te, novamente.

Um abraço ;-)

Anónimo disse...

«Espantada de existir», chora que logo bebes era uma expressão do meu pai que passados tantos anos aqui encontrei. E agora vai-se de novo! Madalena, o espanto deve continuar. É fazer como a Alice, pronto.

espumante disse...

Se não fosse a IO eu nem tinha reparado na subtileza da coisa. Há coisas demasiado subtis que me passam ao lado :)))
Os parabéms já te dei lá no meu buraco. O Zero até te deu uma prenda...
Isso era mimo, não era?
Nem te peço para continuares porque sei que continuas. E também não digo "Não pares... não pares" senão ainda acham que eu sou um dirty minded :))))
Beijinhos chorosos e bebidos.

mmicr disse...

Não, não posso, já não sei continuar por estas bandas largas sem o teu chora, sem a tua irremediável ternura e verdadeirismo detalhe para aquilo que no fundo, fundinho interessa. Beijos grandes, africanos para uma africana. :)

Cacusso disse...

Parabéns ao Chora e á Madalena.
Tenho pela frente um ano para fazer visitas mais assíduas... e para me juntar á festa do 2º. aniversário!
Beijo!