sábado, 3 de setembro de 2005

A efeméride possível

O futebol não é exactamente a minha área do saber, nem tão pouco do desejo.
Contudo, depois de tanto e tão íntimo convívio com "leões", daqueles que são verdes até na mais recôndita célula da alma, já sei algumas coisas.
São conhecimentos muito elementares, reconheço, mas são alguns.
Por exemplo: o jogo tem a duração de noventa minutos, divididos em duas partes de quarenta e cinco; há duas balizas, duas equipas, dois guarda-redes e uma bola.
Sei ainda que tudo no futebol custa caro, seja o bilhete para ir à bola, o Figo com letra grande! Pouco mais sei!!!
Mas descobri, nas minhas procuras, uma informação que vai preencher o vazio de outras efemérides e "cair no goto" dos cá de casa:
football day
A equipa da casa ganhou 12-0! Como foi há cento e vinte anos não sei, não me lembro se havia árbitros ou se os apitos eram (alegadamente) prateados...
Claro que este futebol deve ser do outro: do americano!
Desse ainda sei menos!

3 comentários:

C.S.A. disse...

Madalena, Viva o Sporting! E o resto são cantigas.
Beijinho

Anónimo disse...

Este futebol da figura é o outro...o Americano :(

Anónimo disse...

Nos primórdios do futebol a sério (não o americano) não existiam apitos.o árbitro não se fazia ouvir, fazia-se ver, agitando para tal um lenço branco sempre que era necessário interromper o jogo.Como nem sempre era imediatamente perceptível a sua ordem (se, por exemplo, o jogador na posse da bola estivesse de costas para o árbitro)apareceu o apito.Curiosidades...