quinta-feira, 15 de setembro de 2005

Responsavelmente

Aprender

Estudar é muito importante.
Mas pode-se estudar de tantas maneiras!
Muitas vezes estudar
não é só aprender o que vem nos livros.

Estudar não é só ler nos livros
que há nas escolas.
É também aprender a ser livres
sem ideias tolas.

Ler um livro é muito importante,
às vezes urgente.
Mas os livros não são o bastante
para a gente ser gente.

É preciso aprender a escrever,
mas também a viver!
Mas também a sonhar!
É preciso aprender a crescer,
aprender a estudar.

Aprender a crescer quer dizer
aprender a ESTUDAR, a conhecer os outros
A ajudar, a viver com os outros
E quem aprender a viver com os outros
Aprende sempre a viver bem consigo mesmo.

Não merecer um castigo
É ESTUDAR
Estar contente consigo
É ESTUDAR
aprender a terra
Aprender o trigo
e ter um amigo
Também é estudar

Estudar também é repartir
também é saber dar
o que a gente souber dividir
para multiplicar.

Estudar é escrever um ditado
sem ninguém nos ditar.
E se um erro nos for apontado,
é sabê-lo emendar.
É preciso em vez de um tinteiro
ter uma cabeça que saiba pensar,
pois na escola da vida,
primeiro está saber estudar.

Contar todas as papoilas de um trigal
é a mais linda conta de somar
que se pode fazer.

Dizer apenas música quando se ouve um pássaro
pode ser a mais bela redacção do mundo!

Estudar é muito, mas pensar...
é tudo!...

Ary dos Santos

(Poema tirado do manual "Lições de Português", 6º ano, Texto Editora, da autoria de Ana Maria Ribeiro dos Santos, Ana Peres de Sousa (co-autora deste blog) e maria de Lurdes Pinto da Fonseca.)

A educação das nossas crianças é uma responsabilidade conjunta, porque o futuro não é pertença exclusiva de ninguém e elas são o futuro!
Bom ano lectivo para todos!
Eu começo amanhã. Espero conseguir levar todos os dias para a sala de aula o espírito deste poema. É um compromisso que faço questão de honrar e se algum dia virem que isso não está a acontecer, digam-mo!

2 comentários:

IO disse...

Tu és o espírito deste poema! - e mais não digo, Para ti e sortudos dos teus alunos, um beijo!, IO.
E também gosto muito do 'post' acima!

Teresa disse...

Madalena, que poema lindo do Ary dos Santos. Que bem me consigo entender com ele. Acho que vou invadir a tua ideia pela urgência em revelar o mais amplamente possível o que lá está escrito. É lindo, é útil, é claro, é actual, é urgente divulgar.
Claro que também te desejo um bom ano. Sei que estás de castigo há muitos, muitos dias e que o agradecimento é ZERO. Pela minha parte tens a minha gratidão, extensível ao resto do grupo. Parabéns pela paciência.