quinta-feira, 6 de abril de 2006

Greer Garson

Não saberia quem foi Greer Garson se não tivesse ficado presa a uma história da vida de um professor, contada a preto e branco, com sabor amargo e doce dos filmes da época: Goodbye, Mr Chips.

E como o post do dia é sobre esta "condição", nada mais a propósito do que lembrar a diva que se emprestou à história e que disse palavras bonitas dirigidas a quem dedicou toda a sua vida às várias gerações de rapazes de um colégio interno.
It must be tremendously interesting to be a schoolmaster, to watch boys grow up and help them along; to see their characters develop and what they become when they leave school and the world gets hold of them. I don't see how you could ever get old in a world that's always young.
Greer Garson morreu há dez anos!

3 comentários:

dakidali disse...

Sempre a aprender até morrer.
Beijinhos

Pitucha disse...

Também não conhecia!
Beijos

Laura Lara disse...

Lembro-me bem dela no filme "Júlio César". Filme que vi várias vezes, já que correspondia à peça de Shakespeare que tive de decorar. Fazia de Calpurnia, mulher de Júlio César.
É bom recordar. Obrigada Madalena.
Beijinhos