segunda-feira, 15 de maio de 2006

(...)

Há uma história do João Espertalhão em que o pastor, o tal espertalhão, convence o gigante que as ovelhas foram dar uma volta e que regressam no domingo. Eu acho que o meu computador também teve uma vontade súbita de se afastar de casa por uns tempos. E eu deixei, qual mãe GPS (esta é do professor Martelo!) que quer é saber dele, mesmo que ande fora do alcance da asa.
Cumpriu-se assim a sua vontade e eu tenho de me sujeitar a um portátil emprestado e muito partilhado...
Voltarei a ser prolixa, quando o meu PC voltar. Espero que volte recuperado da maleita que o afecta, pelos vistos, desde sempre.
Isto quem nasce torto... tarde se endireita, eu espero!

Obrigada, Pitucha. Deixo-te um sol de fim de dia, quentinho e apetecido.

3 comentários:

Fontez disse...

O tal João Espertalhao é mesmo esperto. lol
quem nasce torto tem o seu tempo/oportunidades de se corrigir, ou melhorar ;)

Pitucha disse...

Já chegou aqui o solzinho. Deve ter vindo embrulhado numa gota de chuva porque vem fraquinho.
Beijos tia Madalena

Ana de Sousa disse...

Manamada, estava atrasada na leitura do nosso blog, hoje estive a ver o que não tinha visto... e, surpresa, dei com um poema e um texto do homem de um país azul! Que pena a gente ter d conhecer os poetas enquanto homens "ranzinzas", mesmoassim que os deuses lhe deixem escrever mais textos tão belos. Quem merece ainda mais parabéns és tu que desenhaste umas fotos fantásticas. Quero a da lua e a das árvores da chinguita. Beijos, manana