sexta-feira, 23 de junho de 2006

Nota musical

Eu não sabia, mas fiquei sabendo logo, logo...
Bastou fazer um clique nas páginas onde habitualmente procuro o sentido do dia que em que vivo, para descobrir que, no Brasil, se comemora hoje o Dia do Choro!
Mas não é choro de chorar, não! É choro de tocar e de dançar! Só por isso já é bom e merece um espacinho, neste quase homónimo lugar!
"O choro pode ser considerado como a primeira música urbana tipicamente brasileira."
Os músicos são os chorões e os instrumentos são muito parecidos com os que os "tunos" tocam: bandolim, cavaquinho, pandeireta.
E Choro até tem filme: Tico-Tico no Fubá, de 1952.
(Mais uma memória do meu pai, que cantarolava o tema, que data de 1917 e que pode ser ouvido aqui.)

E, não tivesse eu hora marcada para voltar à escola, para aplaudir os meninos que vão representar a sua peça e para vibrar com o ritmo de outros meninos que vão dançar, eu ficava aqui a saltitar de página em página, a construir a homenagem ao "Choro" e aos "Chorões" consagrados, como este tal Villa-Lobos, que fundou uma orquestra, uma academia e escreveu uma opereta chamada "Magdalena".
Mas tenho de ir!
Não posso ficar, nem mais um minuto...
Adeus!

3 comentários:

dakidali disse...

Tico tico, uma música que todos conhecemos. Também lá fui hoje aplaudir uns meninos e umas meninas mas foi mais no desporto, que também é arte e cultura, desta vez sem poder participar a sério.
Beijinhos

125_azul disse...

Chorinho, de cordas, cavaquinho, boteco e boemia... Boa homenagem! Bom fim de semana! beijinhos

IO disse...

Enorme, o Villa Lobos!! - beijo com tico-tico (dançante) dentro para ti, Madalena,