segunda-feira, 31 de julho de 2006

Terror. Luto.

Em memória do que aconteceu, este espaço devia ficar em branco. Neste momento parece-me que, perante a morte de crianças, não há palavras, nem flores, nem gestos que acalmem o terror e a dor. Mesmo distantes, o facto de serem crianças, abala a nossa indiferença habitual.
Mas eu não sei dizer o que a IO disse, por isso peço que a leiam!

4 comentários:

125_azul disse...

As palavras flor de IO e uma oração muda para os pequenos anjos. Cada dia que passa fica mais estúpida a guerra dos homens grandes! Beijinhos para ti

Anónimo disse...

Um horror aquelas imagens!Até onde irá esta fome de guerra e sede de sangue,com tantas vitimas inocentes?
bjinhos
ana

C.S.A. disse...

É assim que ando, Mad, em branco.
Um beijo

Anónimo disse...

Creio que os homens enlouqueceram. Creio também que o início deste conflito foi um pretexto para algo mais grave (nem quero pensar a sério.Infelizes crianças que pagaram com a própria vida o abuso e a insanidade mental vigente na política internacional. O que está por trás virá dentro em breve. Deus queira que me engane.
Beijinhos
Teresa