sábado, 28 de julho de 2007

Mar Lindo - Salão de Chá

Fui hoje ver o mar, no seu esplendor atlântico, intenso e forte e imensamente belo. Azul. Muito azul a desfazer-se em branco contra as rochas.Fui visitar a memória que eu tinha da Praia de Santa Cruz, com menos cimento do que as praias do sul e com velhos traços de "belle époque" que aparentava Biarritz. Foi difícil descobrir esses vestígios. Mas permanecem. Requintadamente retocados, eles estão lá.Não foi o meu terceiro dia de férias, porque o sábado não conta!

2 comentários:

espumante disse...

E ainda existe a meia-laranja (ai que se me escapava o hífen e a Laura põe-me as orelhas de burro...)e a Havaneza. E o aero-clube. A Pensão Oceano e o Hotel Miramar é que já não existem. Nem o Sr Zé que alugava as bicicletas em que iámos, miúdos, para o Vimeiro...
Mas em contrapartida há já quase tantos prédios como na Amadora.
Beijinho
:)

Madalena disse...

Olá Espumante! As coisas que tu sabes! Os sítios que tu conheces! Eu costumava ir para Santa Cruz, com os miúdos pequeninos, para o Parque de Campismo. Levava o dia a ouvir chamar o Sr Roque à recepção!!! E a ouvir os tiros do Campo de Tiro que ficava e fica do outro lado da estrada. Mas como aquilo cresceu! Eu não tinha alergias quando passava a "barreira" da malveira. Mas já nem isso é verdade: gastei dois pacotes de lenços. Deve ser das parecenças com a Amadora!!!!
Beijinhos e obrigada pelo contributo. Mais uma vez se prova que os comentários podem ser melhores do que os próprios posts. Mas vá lá a gente adivinhar!