terça-feira, 9 de outubro de 2007

Patchwork

"Quanto tempo demora o tempo!", suspira Mia Couto ou outro que, pela sua pena, ou pela sua tecla, ou pela sua arte, fala, diz ou escreve.
O filme "Terra Sonâmbula", da realizadora portuguesa Teresa Prata, baseado no romance com o mesmo título do escritor moçambicano Mia Couto, vai ter a sua estreia europeia no sábado, no Festival Internacional de Cinema de Mannheim-Heidelberg (Alemanha).(do Público)
O filme, passado num cenário de guerra civil em Moçambique, narra a história de Muidinga, um menino de 12 anos que sonha reencontrar a família. Quando encontra o diário de uma mulher que procura o filho, acredita ser ele a criança perdida e vai em busca da mãe, em direcção ao mar.(Caminho)
Fotografia tirada pelo meu pai, num daqueles "passeios dos tristes" domingueiros. Neste caso, foi a rota do Aeroporto que alternava com a rota da Costa do Sol.

3 comentários:

125_azul disse...

na Beira também tinhamos a rota do aeroporto, mas às vezes íamos só até ao Macuti...
Quando estreia cá? Combinamos ir vê-lo? Arrastamos a Chuinga, o Espumadamente e outyros que tu conheces e eu não, para nos arrepiarmos juntos?
Bora combinar?
Beijinhos

Laura Lara disse...

Também quero entrar no grupo.
Viver a escrita assombrosa de Mia Couto, captar as ilusões, o sangue daquela terra, que é Moçambique, a sua magia, é um exercício que não posso perder; e então com companhia tão seleccionada o prazer é ainda maior.
Beijinhos, Madalena

Pitucha disse...

Eu também posso ir?
Beijos