domingo, 1 de junho de 2008

... ao jeito de antigamente...

Antigamente, ligava-se mais a alguns aspectos do calendário. O próprio clima era mais respeitador dos hábitos e costumes das pessoas.
Um dos pontos altos do calendário era sem dúvida a abertura da praia. Abria a praia e pronto! Estava aberta para o bom e para o mau e mesmo que alguém tivesse de levar casacos e abafos nos primeiros dias, a felicidade era estar na praia. Havia de chegar o sol! Haviam de se banhar nas ondas os fervorosos banhistas que incluíam a praia nas suas vidas porque fazia bem aos grandes e sobretudo aos pequenos. Não havia cá essa coisa o bronze. O bronze era um efeito secundário. O que valia mesmo era o prazer dos banhos, para uns, dos castelos de areia para outros. O que valia mesmo era viver o verão!
Viva o sol! Viva o mar!
Hoje fui espreitar a praia. Não vi ninguém entusiasmado. Fiquei também um bocadinho triste.
Um dia, daqui a alguns anos, neste mesmo dia primeiro de Junho, hei-de ir com os meus netos à praia e hei-de ensiná-los a gostar do mar e da areia e das ondas e de andar na areia molhada...
É que há coisas que nunca esquecem e outras que nunca mudam e o mar é desses!

3 comentários:

casa.da.ponte disse...

A praia tem a sua magia e deve ser dos poucos lugares em que as Mães estão completamente disponíveis...até para os castelos na areia. E mesmo sem Verão, com sol ou sem ele é o espaço que nos permite estar.
Beijinhos Madalena e estou a ver o castelo enorme que irás fazer com os pequeninos...
M.Dores

IO disse...

Estranho vai ser começarem, dentro de um mês, os saldos de Verão e ainda quase ninguém, com o tempo que tem feito, comprou roupa da estação. Vai lá estar a colecção completa lol!, aproveitem.

Beijo,
IO

IC disse...

Com este Junho nada a lembrar o Verão, acho que só mesmo os netos para se entusiasmarem com ida à praia ;) (Eles nunca têm frio).
Mas espero que quando chegar o dia de ires à prais com os netos, o primeiro de Junho esteja com mais sol do que esteve este ;)
Beijinhos