segunda-feira, 8 de novembro de 2010

8 de Novembro de 2003

Foi uma onda de emoção.
O livro primeiro. Singelo, simples mas digno da atenção dos amigos de sempre e de outros que, à força da leitura, ficaram amigos também.
Não hei-de eu estar grata às letras?!
Também estou grata a quem me lançou na aventura da escrita, através da publicação no jornal, o meu amigo Luizi e à Nini, que pegou em tudo e entregou a uma editora. À editora, Ana Barradas, porque confiou e me proporcionou outra alegria extra: as suas origens coincidiam com as minhas.
E o "Polivalente" da minha escola encheu-se de alegria, de amigos, de flores...

7 comentários:

Lina Querubim disse...

Madá parabéns tu agora não páras :o) este não sabia...tens mais alguns dentro da manga????
Beijokas e fica com os Anjos!!

Anónimo disse...

Minha Mana, Bem-hajas por me incluires sempre nos teus sucessos. Foi uma estreia bem bonita! Tens que por a Cegonha Felizmina a voar. Bjs, Manana

Nela disse...

Vou fazer uma pesquisa para ver tudo o que publicaste... Tens segredos escondidos!
Beijinhos e parabéns!

IC disse...

Muitos parabéns, Madalena!
Ando sem tempo, vim deixar-te um beijinho e saudades, e encontro mais um acontecimento teu para festejar :))

Graça Pereira disse...

Parabens por mais este livro...o importante é começar...depois o caminho faz-se escrevendo!
Por acaso a Ana Barradas não é filha da Zélia Barradas? Como falas nas mesmas origens...
Beijos e muito sucesso.
Graça

Janine disse...

Olá querida e doce Madalena!
Que interessante saber que escreveu um livro sobre as divas do cinema...É uma caixinha de surpresas, mas daquelas boas e muito, muito docinhas...
Um beijinho enorme.

O Baú do Xekim disse...

Olá amiga.

A passar pra lhe desejar um tranquilo fim de semana.

Beijinhos.