segunda-feira, 13 de junho de 2005

Referências


Partiu o corpo, fica o pensamento e a obra!
Um dos mais belos testemunhos, para mim, veio da sensibilidade da Odete Santos, que recordou Cunhal, para além do PCP. Lembrou o homem afável e cordial, lembrou o intelectual e disse: "Até sempre, Camarada!"

3 comentários:

Anónimo disse...

É e será sempre uma referência,na nossa história.Quer se esteja ou não identificado com a sua ideologia politica,foi um lutador convicto pela liberdade e pelos mais fracos e merece o meu respeito.
Beijinhos
ana

Anónimo disse...

Eh, pá, tenho isto tudo em auto-colantes!
Quanto ao Homem, acabo de 'postar', um beijo para ti e para a Ana - IO.

Incompetente disse...

Ó Madalena,

Embora não sendo da sua "cor", sempre admirei a sua coerência, seriedade e determinação na defesa dos seus princípios e dos seus ideais.
Um político com "P", ao contrário de muita gentinha que por aí há...

Beijo... vermelho(?)