quarta-feira, 20 de julho de 2005

Espaços


Reflectindo sobre o valor da coragem que levou o homem ao Espaço, Torga louvou os marinheiros de quinhentos.
Não vi, em directo, o homem pisar a lua pela primeira vez.
Mas muitos viram.
Foi mais feliz Armstrong, pois pôde mandar do espaço uma mensagem aos seus iguais na terra. Vasco da Gama teve de fazer toda a viagem de regresso, para poder contar aos seus tudo o que vira.
A comunicação, com a tecnologia que apoia uma viagem à lua, faz toda a diferença, em relação aos solitários heróis do mar!

7 comentários:

lilla mig disse...

Olha que eu já acreditei mais que agora na dita pisadela na lua...

Laura Lara disse...

Eu tive a sorte de ver em directo. Uma noite sem dormir e um calor abrasador.

António disse...

Também estive até às 6 da manhã para ver.
E, no fim de tanta espera, as imagens eram muito deficientes.
Foi um tanto decepcionante.
Quando se põe a fasquia muito alta...
A NASA também o fez...e ainda não foi lá mais ninguém!
(a tua reflexão não foi sobre isto, mas faz de conta...eh eh )
Jinhos

Incompetente disse...

Madalena,

Há 36 anitos... Ainda novinho, mas recordo as imagens.
É à custa destes exploradores de fibra que o mundo pula e avança.
Os tais que dão gigantescos saltos em prol da Humanidade.

Sobre o assunto do mail, está tudo (mais ou menos) explicado em "http://www.min-edu.pt/" - Orientações para Organização do Ano Lectivo 2005/2006".

'Té logo!

Beijos... espaciais!

espumante disse...

Não entendo nada de "espaço". Mas ter colocado um homem na Lua continua a ser, para mim, a missão mais conseguida e mais expressiva da humanidade. Digo eu...

Armando S. Sousa disse...

Madalena,
Temos por hábito postar um pouco sobre a mesma coisa (o que acho fantástico). Também não me lembro de Armstrong pisar a Lua, creio apesar das teorias em contrário, que a Humanidade pôs os pés no nosso satélite.
Gostei muito desta analogia com Vasco da Gama, apesar que para o caso, talvez, não fosse pior com Fernão Magalhães.
Um grande abraço.

th disse...

Eu vi em directo, como os demais disseram, durante boa parte da noite, mas um pouco incrédula, admito. Dias mais tarde um taxista me confidenciou que aquilo era tudo a fingir...ao passo que outro culpou os astronautas do mau tempo que fazia...opiniões...lol