domingo, 17 de julho de 2005

Para além dos quadradinhos...

File0063
"Disneyland will never be completed. It will continue to grow as long as there is imagination left in the world."
Disse Walt Disney, recordado sempre por todos os que foram meninos e que construiram a sua própria fantasia , ensinados pela magia dos bonecos dos quadradinhos, devorados, muitas vezes, às escondidas.
O primeiro parque temático da Disney celebra hoje cinquenta anos.
À entrada, pode ler-se uma sugestão tão convidativa para os dias da época, como para os dias de hoje.
"Here you leave today and enter the world of yesterday, tomorrow and fantasy"
eurodisney
(Eu tive o meu mestre, o meu pai...)
bambipapá

6 comentários:

Teresa Leite disse...

Mada, só recordo os quadradinhos. Nunca tive oportunidade de entrar num destes parques. Será que é mesmo verdade "Here you leave today and enter the world of yesterday, tomorrow and fantasy"?
Para mim bastava-me o último, mas teria que baixar o meu nível de vibrações mentais e entrar noutra dimensão. Estou mesmo portuga, pessimista, azeda, desculpa lá...é da idade! Ideia...vamos fantasiar este ano? Se tivermos a mesma turma, temos gente. Boa?

Madalena disse...

Não Teresa, não estás nada azeda. Quem ler até pode pensar que é verdade.
Vamos ter a mesma turma e muitoooooo tempo para fantasiar!!!!
Já viste como os meus rapazes eram novinhos? Estas fotos são da Eurodisney e têm 12 anos!!!
Beijinhos e obrigada pela visita!
Bora lá reactivar o Ecocoisas!

Anónimo disse...

Toca sempre o sininho da ternura quando lembra o papá. Acompanho-a, com amizade.

Madalena disse...

Obrigada ao anónimo que eu adivinho!
O almoço foi apenas adiado, sim?
Lá estaremos a dar sentido à memória!

Incompetente disse...

E que mestre!

Um artista, o Sr. Gouveia, teu pai!
Porquê a foto tão pequenina, quando o original é bem maior?Hem?!
Quanto ao Disney Universe (chamo-lhe assim!), só me apraz dizer que já não se fazem "bonecos" (estáticos ou animados) como antigamente. Das duas... uma! Ou eu sofro de uma enormíssima falta de gosto, sou démodé ou old-fashioned, ou a criatividade de boa parte dos criativos modernos desta nobre arte anda pelas ruas da amargura.
A julgar pelos “bonecos” que os putos lêem e vêem hoje em dia...


Beijinhos e uma óptima semana para ti!

Anónimo disse...

gostei de ver o nosso pai... lindo e com o seu charme inabalável