segunda-feira, 11 de julho de 2005

Património da Humanidade

templo
Inventário do Património Arquitectónico.
Direcção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais.
«Equilibrada e harmoniosa convivência entre o granito e o mármore. A sua feição actual, que o leva a ser considerado como uma das mais bem conservadas ruínas romanas da Península, é fruto da restauração romântica de Cinatti e evidencia de modo paradigmático as teorias de restauro então praticadas.»

3 comentários:

António disse...

O ex-libris de Évora e um dos monumentos que mais me faz lembrar as raízes de Portugal.
Jinhos

Incompetente disse...

Madalena,

Conheço relativamente mal. Évora, quero dizer. Já lá estive algumas vezes e já por lá passei... muitas mais.
De qualquer forma, obrigado pela lição histórico-arquitectónica.
Por aqui, sempre se aprende qualquer coisa.

Beijos... a-len-te-ja-nos!

C.S.A. disse...

Toda uma bela sequência, Madalena.
Portugal não é só Lisboa.
Beijo.