quinta-feira, 22 de setembro de 2005

Outono


Mas o que fez de Júbilo um ser diferente foi entender que o Universo comunica no seu todo.
Ele próprio saudava o Sol, pela manhã, pedindo-lhe a benção, antes de iniciar o dia de trabalho.

4 comentários:

Pitucha disse...

Eu também goostave de pedir a benção ao sol! Mas creio mais avisado escolher as nuvens por aqui.
Beijos grandes

C.S.A. disse...

Também tens aqui um lindo começo outonal.
Traduzi uma coisa «engraçada» da Laura E., um pouco «contra a corrente», «O Livro das Emoções».
Eu ainda estou meio afastado, Madalena, razão pq não tenho aparecido.
Um beijinho, Madalena.

Teresa disse...

Por mais que peça uma benção ao sol, já pouco me anima na habitual caminhada matinal. Sabe-me bem o fresco do Outono, logo seguido de um calor já desapropriado.É esta a sina da nossa vida, uma constante mutação, até nas temperaturas. Talvez o Outono convide à reflexão, à calmaria, ao bom senso e só espero não ter mais uma brusca e repentina mudança climatérica e laboral. A ver vamos.

Laura Lara disse...

Gosto das cores do Outono. Apetecia-me estar no Douro a gozar todos aqueles tons que a natureza nos oferece. Apreciamos tão pouco. Agradecemos ainda menos.
Beijinhos Madalena