segunda-feira, 9 de janeiro de 2006

De Setúbal, para sempre!

Luisa Todi dá nome a um Teatro, a uma Avenida e a uma Escola, em Setúbal.
É sinal que a gente de Setúbal tem orgulho nos pessoas que ali nasceram e cujos nomes ultrapassaram as fronteiras da terra e da pátria e, sobretudo, as fronteiras do tempo. Ficaram eternas como Luisa Todi ou como Bocage.
As várias referências na cidade a estes dois vultos enobrece a própria cidade!
Luisa Todi nasceu em Setúbal, a 9 de Janeiro de 1753. Se filho de peixe sabe nadar, filha de músico sabe cantar. O dom veio nos genes!
Ainda por cima, como se a herança paterna não chegasse, o casamento acrescentou-lhe a possibilidade de ir mais além. Francesco Saverio Todi, o violinista com quem casou aos dezasseis anos estimulou o estudo mais profundo do canto e acompanhou-a sempre na carreira de glória que esta cantora portuguesa conheceu, não só nos palcos, mas também no seio das famílias reais que a cumulavam de presentes e honrarias.

Teve uma vida longa e, como um dia alguém me disse, quando se vive muito também se sofre mais.
Morreu com oitenta anos, em Lisboa. Setúbal não a esqueceu e assinalou, com iniciativas diversas, a passagem dos dois séculos e meio sobre a data do seu nascimento.

1 comentário:

lique disse...

E, como sempre, tu dás-nos o teu olhar atento sobre o que aquilo que é importante lembrar. :)
Beijinhos e boa semana.