segunda-feira, 9 de janeiro de 2006

Onde estão as goiabas da minha infância?

6485A2A762EE455C9387AA95239EFBCC
Não era por goiabas que o poeta chamava. Era por azedas. O poeta é José Gomes Ferreira, um dos padroeiros deste blog.
(O outro padroeiro é o meu pai. Meu pai e pai dos porquinhos...)
"Dêem-me azedas! Quero azedas. Tragam-me azedas. Quero morrer a fazer caretas!"
Na memória dos sabores, senti muitas vezes esta angústia, este desespero...
Sei o que isso é, digo eu, arrogante, ao poeta, do alto da minha experiência de privação de um gosto tão intenso como o da goiaba!
(Às vezes falo com os livros! Normalmente faço-lhes perguntas e eles respondem-me.)
Mas isso acabou. Agora posso ir buscá-las à árvore e saboreá-las logo ali, a saberem ainda a sol, chuva, orvalho, ou a terra saloia que também é minha!
agoiabeiracomvista
Obrigada, dono da goiabeira!
a goiabeira
(O dono da goiabeira é o meu cunhado)

16 comentários:

luis manuel disse...

Será muito agradável, azedar qualquer altura do dia, com as azedas.
Fruto pouco habitual aqui em Portugal, não é ? Recordação de latitudes Africanas ?
Por isto se vê, que numa varanda, também se pode fazer um "pomar".
~Um abraço

Laura Lara disse...

Até me apetece uma!
Que linda que está!
Muitos beijinhos

Xana disse...

Confesso que nunca tinha visto uma goiaba na vida! Pelo aspecto os marmelos estão para as maçãs assim como as goiabas para as peras?
E podem-se comer ao natural ou é só para fazer doces?

Luh disse...

Cá há goiabas. E podem e devem comer-se ao natural.

Tenho saudades de comer azedas...que é um tipo de verdura parecido com os agriões. Há muitas na minha Beira Alta.

Madalena disse...

Luís, são recordações de outras latitudes, sim...
Laura, apetece, não é?
Xana, come-se à dentada, como uma vulgar pera, mas até ao fim. Não fica nada por comer. Nem o "pé" do fruto!
Maryluh, pois há!!!! No Supermercado são a quase 5 Euros. Estas saem-me mais baratas. É só o preço da ponte!
Beijinhos a todos!

Anónimo disse...

Ai que saudades, Madalena,das goiabas.Fiquei com água na boca!Diz-me, como é que o teu cunhado consegue,é fácil?
Tens o condão de até num simples post,conseguires que lhes sinta o aroma.
Um grande beijinho
ana

Madalena disse...

Ó Ana, quando lá for buscar mais, eu mando-te pelo "correio" do costume!!!!! Quanto à técnica da plantação também posso perguntar.
No quintal da minha avó, havia uma goiabeira que dava umas goiabas amarelas e com "miolo" avermelhado. É uma variedade ligeiramente diferente, mas no que toca ao sabor, estas também são "muito óptimas"!
Beijinhos

IO disse...

E lá volto eu para o quintal dos meus primos, em LM!... beijo, delicioso sabor, este, que me trouxeste!, IO.

Carlota disse...

As goiabas foram-me apresentadas há muitos anos nos livros da Mônica e do Cebolinha.
A Magali adorava goiabada. Se bem me lembro, era a palavra utilizada para definir a compota de goiaba.
Beijolas

Teresa Leite disse...

Assim que as goiabas estiverem maduras podes contar com um montão delas e se a minha Alice estiver pelos ajustes até me vai ensinar a fazer goiabada

Madalena disse...

Io, e eu volto ao quintal da casa da minha avó!!!!!
Carlota, é isso mesmo. Goiabada é a melhor compota do mundo. Eu tenho sempre em casa. Não feita pela Maria Alice, mas da industrial. Sempre dá para matar a saudade, como diz a cantiga do Rio Grande. Teresa, eu sei que posso contar!!!! Receita de goiabada seria uma óptima CNL. Beijo, beijinhos ou beijolas...

Pitucha disse...

Eu adoro goiabada mas nunca comi goiabas.
Beijos

Luh disse...

Como vivo no sul, ou a norte de Marrocos, e vejo goiabas e não só, por cá...
No Brasil e Macau dediquei algum tempo a ver as variedades frutiferas que desconhecia a existência. Mas continuo fiel á papaia...risos

Luh disse...

E o abacate? Pena engordar...

C.S.A. disse...

Goiabas, Madalena!
Apanhava cada diarr...
Que saudades!
Obrigado e um beijo.

Laura Lara disse...

Madalena
Agora é só comer goiabas? Nem há tempo para escrever?
Beijinhos a saber a manga que da goiaba nem sei o sabor.