segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

Provérbio

É Carnaval, ninguém leva a mal!
Os ministros também têm direito a brincar o seu carnaval, com as pistolas de água que guardaram de pequeninos, com uns sacos de farinha e ovos, de preferência já fora da validade, porque com a fome nem o Carnaval se brinca, com umas máscaras de Zorro, Superhomem, Spiderman, magos e fadas, ou bruxas,... etc, etc!
O Ministro Manuel Pinho adora dizer piadas. E são sempre piadas novas. Esta é de hoje, segunda-feira gorda, em dieta forçada:
Recebemos as empresas espanholas de braços abertos
De braços abertos para trabalhar, de bolsas abertas para gastar, de cabeças abertas para não pensar, de coração aberto para mudar o chip de alguns ressentimentozitos que vêm do tempo da Maria Cachucha (??), do tempo da Padeira Brites, do tempo de um dos maiores portugueses, o Afonso. Enfim, Sr. Ministro.
Divirta-se agora, enquanto é Carnaval. Depois começa a Quaresma e esse tempo já não dá para essas brincadeiras tão divertidas.

2 comentários:

Teresa disse...

Madalena, acho que o nosso grande mal é recebermos tudo de braços abertos e mentes que se vão abrindo na impossibilidade de ripostar. "Con nuestros hermanos otro pollo cantaria!"
Sabes, não houve desvalorização do escudo, nós é que sobrevalorizámos o euro...o erro foi nosso.

IO disse...

Ontem, acho que no 'gato fedorento', alguém perguntava como é que era possível receber de braços abertos, se o português vive com uma mão à frente, outra atrás?...

Beijo, IO.