quinta-feira, 4 de junho de 2009

4 de Junho

Querido Jesus, em vez de você fazer as pessoas morrerem e aí criar novas pessoas, porque é que você não fica com as que já tem? Recado de Marcelo, criança.
Este "recado", que só pode mesmo nascer no coração de um menino, bateu em cheio na meu desejo, como acerta em todos os corações que "sofrem" desta incompreensão.À medida que o meu tempo vai passando, tenho cada vez mais a certeza de que uma vida só não chega!
Ao ver esta tua fotografia, Papá, ponho-me a pensar se não estarás já a fazer a marcha-atrás no tempo de além, para voltares outra vez e viveres mais uns sonhos, liquidares mais umas contas de vida.
E ainda vais ficar com sonhos em espera, eu sei!
Um dia destes é 4 de Junho mais uma vez e tu apareces, por aqui, com aquele teu encantamento dividido entre a beleza, essência da vida, e o avanço da ciência, essência da esperança.
Quando voltares, já sabes, quero que sejas meu pai, outra vez!

4 comentários:

Isabel Preto disse...

Madalena:
que triste e lindo ao mesmo tempo!
Realmente a vida nunca chega, para tantos sonhos que sonhamos. Onde quer que esteja, o pai lembra-se de ti.

Espumante disse...

Beijinho amigo

Luisa Hingá disse...

Madalena queres um abracinho apertado, não queres?
Compreendo-te tão bem...

CMP disse...

É impressionante...a suavidade que as tuas palavras têm, ant Mada!

Abracinho!!!!!!!!!!!!!